Mapas culturais

Articulação para criação da ferramenta “Mapas Culturais”, software livre que permite o aprimoramento da gestão cultural dos municípios.

 Ano

2013

Local

Ceará/Brasil

Parceiros

Instituto Tim

SAIBA MAIS

 

Em julho de 2013, agentes culturais de vários países da América Latina e do Brasil se reuniram para discutir a criação de uma ferramenta de mapeamento de iniciativas culturais e gestão cultural. Desse encontro surgiram as bases para a criação da plataforma Mapas Culturais, que permite organizar informações sobre agentes culturais, atividades e locais relacionados a cultura em um município ou região, fazendo um mapeamento desses dados. Pode ser alimentada por agentes públicos e também por agentes culturais de maneira colaborativa. Permite a criação de agenda cultural e possibilita um registro completo dos produtores e espaços culturais da região, contribuindo para a elaboração de políticas públicas na área da cultura.

 

A equipe do Instituto Mutirão esteve diretamente envolvida no processo de criação do Software, além de participar ativamente da implementação do Mapa Cultural do Ceará, do Mapa Cultural de Sobral, do Mapa Cultural do Rio Grande do Sul e do Mapa Cultural do Ministério da Cultura. Antes disso, em 2012, a experiência do Mapa da Cultura de Fortaleza, uma das iniciativas do Comitê Fortaleza Digital e Criativa da Prefeitura Municipal, foi essencial no processo de criação do Instituto Mutirão.

reSULTADOS

Cartografias colaborativas e comunitárias

  • Conexão de ferramentas, metodologias e projetos de mapeamento colaborativo, angariando recursos, otimizando um conjunto de ferramentas comuns.
  • Identificação de demandas em comum para utilização do mapeamento como ação inicial para uma gestão participativa da cultura
  • Ferramenta integrada de Gestão, Participação e Comunicação
Integração com várias plataformas

Gestão Colaborativa

  • Software Livre
  • Georreferenciamento de agentes e espaços